fbpx
Ações sustentáveis nas empresas: veja 3 dicas eficientes

Não é difícil se adaptar, mas é preciso planejar

Com a proximidade do FM Tatics, que vai trazer o importante tema “A importância de empreendimentos sustentáveis para investidores e proprietários”, nosso blog traz dicas importantes para o Gestor de Facilities que deseja, com ações sustentáveis, levar mais economia, engajamento e credibilidade para os seus clientes. Confira a seguir!

Seguindo o assunto que falamos anteriormente aqui no blog, o conceito de Sustentabilidade Empresarial traz o objetivo de preservar o meio ambiente e incentivar o desenvolvimento sustentável. Com o passar do tempo, a tecnologia e a criatividade de gestores e cientistas conseguiram evoluir ações sustentáveis, expandindo o conceito para toda uma escala de produção e consumo.

Apesar de desafiadora, colocar em prática projetos de ações sustentáveis não é difícil. Começa de dentro pra fora, com ajuda de colaboradores, comunicação eficaz e inovações especiais. 

Exemplos de ações sustentáveis nas empresas:

Evite copos descartáveis

Em abril deste ano, foi revelado um relatório alarmante. Quatro anos atrás, os cientistas a bordo da goleta francesa Tara, entre eles o espanhol Andrés Cózar, da Universidade de Cádiz, ficaram surpresos ao ver que os mares ao leste da Groenlândia e ao norte da Escandinávia são o destino final de acúmulo para os plásticos, disse o artigo publicado na revista Science Advances. 

Por serem resistente aos fungos e as bactérias, o plástico tem uma degradação muito lenta. Quando colocado em contato direto com o meio ambiente demora aproximadamente 100 mil anos para se decompor. Por isso, acabam servindo como armadilhas para a vida marinha (sendo ingerido ou se enroscando em animais como baleias, focas, tartarugas, entre outros), entupindo bueiros de ruas, poluindo rios e mares e etc.

E antes que os poucos moradores do Ártico sejam culpados pela situação, o estudiosos revelam que alguns mares dessa região estão poluídos com plástico devido a uma corrente do oceano Atlântico que arrasta os resíduos até lá.

Esse tipo de estudo transparece, ainda mais, a necessidade de políticas sustentáveis tanto em âmbito público quanto privado. “Isso revela a importância de gerenciar adequadamente o lixo plástico na sua origem, porque uma vez que este chega ao oceano, seu destino pode ser imprevisível”, disse o estudo.

Dica: Para empresas que buscam uma consciência sustentável, vale investir em projetos que eliminam o uso de copos plásticos, trocando por copos pessoais de vidro ou canecas. Além de reduzir a quantidade de lixo presente no meio ambiente, a empresa também economiza com a compra de mais copos descartáveis.

Reduza a utilização de papel

Velho conhecido dos escritórios, a impressão em folhas de sulfite é um dos maiores inimigos do meio ambiente. O processo de fabricação faz do papel um dos agentes mais nocivos ao meio ambiente:

  • O papel é fabricado com fibras de celulose extraídas da madeira e seu processo começa com a derrubada das árvores, que são cortadas, descascadas e picadas. 
  • Esse é um dos principais vilões da devastação de florestas nativas?—?que dão lugar a espécies como eucaliptos e pinus.
  • Além disso, a adição de componentes químicos na água, durante o processo de fabricação do papel, escondem resíduos tóxicos que podem prejudicar seriamente o meio ambiente – quando são descartados incorretamente. 

Dica: Não é difícil perceber que empresas possuem alto índice de desperdício de papel. Uma solução pode ser que, no lugar de imprimir, as empresas guardem e compartilhem conteúdo digitalmente. Caso seja inevitável imprimir, a dica é reaproveitar os papeis para rascunho e sempre reciclar o material que for para o lixo.

Economia de energia

Vivemos em um país que já passou por graves crises de energia elétrica. Do final dos anos 90 até o início da década de 2010, muita coisa mudou. Inclusive a tecnologia de lâmpadas. Com a popularização da lâmpada LED, consumidores e empresas viram uma alternativa ecologicamente mais viável e eficiente para se livrar das antigas lâmpadas incandescentes e florescentes, que possuem muitos materiais tóxicos na composição. 

Já as lâmpadas LED não contêm materiais tóxicos e são 100% recicláveis, o que consequentemente diminui a emissão de carbono em até um terço. Além disso, elas possuem longo período de vida operacional e oferecem baixo consumo de energia elétrica.

Dica: Substitua todas as lâmpadas por esse modelo LED. O investimento mais alto será recompensado logo. Além disso, é importante conscientizar os colaboradores a desligar o computador e a luz das salas que não estão sendo utilizadas.

Próximo FM Tactics será sobre “A importância de empreendimentos sustentáveis para investidores e proprietários”

Quer saber sobre o importante assunto de sustentabilidade em empreendimentos para investidores e proprietários? A ABRAFAC preparou um novo FM Tatics especial sobre o assunto! 

O FM TACTICS é uma série de programas virtuais promovidos pela ABRAFAC, onde profissionais e empresas do mercado de Facilities compartilham com a comunidade em geral melhores práticas, novos produtos e casos de inovação dentro de nosso segmento.

Saiba mais informações e inscreva-se agora mesmo: https://goo.gl/kQXspl

—-

Com informações: ZH, Fragmaq, Eletro Energia, Ciência e Cultura.

Ivan Monteiro

Colunista do blog da ABRAFAC, Ivan Monteiro é jornalista com Pós-Graduação em Comunicação e Marketing em Mídias Digitais.
Fechar Menu
×

Carrinho