fbpx
Biofilia: Conectando pessoas à natureza dentro do escritório e os impactos na gestão de facilities

Um estudo da especialista em Workplace Strategy e Change Management Jennifer Mannier, publicado recentemente no blog workdesign.com, relaciona a biofilia a elementos incentivadores de performance. A proposta é entender como o gestor de facilities deve apoiar e incentivar os demais líderes a se valerem dos efeitos positivos dos elementos naturais dentro dos ambientes urbanos nos quais trabalhamos.

Rodrigo de Calazans Ponte

Os seres humanos têm uma necessidade inerente de se conectar com a natureza e os espaços verdes. O conceito de biofilia, termo cunhado pelo biólogo e pesquisador norte-americano Edward O. Wilson, descreve essa atração inata pela natureza e pelos processos naturais. Como consequência, o design biofílico surgiu para diminuir o impacto dessa separação, trazendo elementos naturais para os ambientes internos de maneira que imita os ambientes externos. Essa tendência tem crescido nos últimos anos, e muitos sinais indicam que estamos prestes a chegar ao ponto de inflexão, onde elementos de design biofílico são a norma para os escritórios de alta performance.

O trabalhador médio gasta 90% de seu tempo em áreas internas, especialmente em cidades localizadas em áreas urbanas ao redor do mundo. Como consequência, os trabalhadores anseiam por acesso à luz natural e vistas das áreas externas. As Nações Unidas também preveem que até 2030, 60% da população mundial viverá em ambientes urbanos. Isto significa que o acesso a parques e a natureza dentro das cidades continuará a diminuir e o desejo por luz e áreas naturais só aumentará.

A Organização Mundial da Saúde espera que as doenças relacionadas ao estresse, como os distúrbios mentais e as doenças cardiovasculares, sejam os dois maiores fatores de doenças até 2020(!) Haja vista a quantidade de pesquisas mostrando que o acesso à natureza, às plantas e à luz do sol diminui o estresse e tem um impacto positivo sobre a saúde mental, a alta gestão nas empresas precisa estabelecer prioridades para a mudança, visando atender a esta demanda.

Mas, à luz desses desafios, como os gestores de facilities podem apoiar os efeitos positivos da natureza dentro dos ambientes de trabalho?

Mudanças de baixo impacto financeiro podem ser feitas para aumentar a produtividade e criar um ambiente atraente e produtivo. Entre estas mudanças existem elementos preponderantes como:

Aumentar o acesso à luz natural:

Estudos mostram que mais de um terço dos funcionários não sentem a iluminação suficiente, apesar da evidência esmagadora de que o acesso à luz solar afeta nosso humor e a saúde mental em geral. No inverno ou no verão, nossos cérebros contam com a liberação de hormônios como a serotonina, que é desencadeada pela exposição ao sol. Acredita-se que a falta desses hormônios cause depressão sazonal.

Se as janelas estiverem reservadas para escritórios individuais ao longo do perímetro de sua planta baixa, instale paredes de vidro que permitam a passagem da luz para o restante de seu espaço. Como alternativa, converta um ou mais desses escritórios em áreas comuns onde os funcionários podem fazer uma pausa ou trabalhar com o laptop.

Equilíbrio nas regras de abertura e fechamento de persianas e cortinas ajudam a equilibrar a regulação entre manter a temperatura agradável e promover acesso à luz solar.

Alguns escritórios modernos foram ainda mais longe, utilizando sistemas de iluminação circadiana que mudam ao longo do dia, refletindo o movimento natural do sol durante o dia. Fazer isso alinha a iluminação ao ritmo circadiano das pessoas e pode tanto reduzir a fadiga durante o dia quanto melhorar a qualidade do sono. As organizações devem instalar sistemas de iluminação semelhantes para trazer elementos de luz natural para a jornada de trabalho diária de seus funcionários.

Incorporar plantas e paredes vivas:

As plantas melhoram a qualidade do ar e adicionam cor a um ambiente interno. Incorporar a biofilia – a tendência dos humanos de se concentrar e se conectar à natureza – ajuda a aliviar o estresse, melhorar a saúde cognitiva e aumentar a satisfação no trabalho dos funcionários. Em um estudo, um grupo de funcionários com plantas e vegetação em torno do local de trabalho demonstrou uma redução de 30 a 60 por cento nos níveis de estresse.

Escritórios modernos estão utilizando “paredes vivas” ou “jardins verticais”, que apresentam um conjunto de plantas dispostas verticalmente contra uma parede ou outra estrutura. Seu escritório também deveria.

Busque fornecedores e parceiros que compreendam a dinâmica da área em que as plantas e parecer verdes serão instaladas, de modo a escolher espécies de fácil adaptação e baixa manutenção. Ciclos de rega e poda devem ser considerados como impactantes na rotina de operação do escritório.

Monitore a qualidade do ar:

Contaminantes no ar podem causar fadiga, dores de cabeça, asma, alergias e outras doenças respiratórias. Não é de surpreender que também tenha um efeito profundo em nossa capacidade de atrapalhar o trabalho. De acordo com um estudo de Harvard, trabalhar em um escritório bem ventilado com níveis de poluentes internos e dióxido de carbono (CO2) abaixo da média, aumenta significativamente os indicadores de performance cognitiva.

As plantas ajudam na purificação do ar mas a área de manutenção também devem monitorar os filtros dos sistemas de ar condicionado e selecionar materiais saudáveis ​​para eliminar a liberação de compostos orgânicos voláteis (VOCs). A qualidade do ar deve ser monitorada para determinar se ventilação, gerenciamento de filtragem, controle de umidade ou outras medidas são necessárias para preservar a qualidade ideal do ar.

Incorpore cores e elementos naturais no escritório:

Os funcionários que trabalham em ambientes com elementos naturais relataram um nível 13% mais alto de bem-estar e são oito por cento mais produtivos no geral, de acordo com um relatório de 3.600 trabalhadores em oito países da Europa, Oriente Médio e África.

Imitar o exterior através do uso de elementos naturais no local de trabalho pode ter um efeito semelhante ao de caminhar no parque para os funcionários. Mesas de madeira viva, pisos de pedra ou texturas que lembram elementos naturais, podem ter um impacto positivo nas pessoas.

Alinhe a comunicação visual com as equipes de marketing e RH, levando seu escritório do frio e corporativo para quente e natural. Troque plásticos por materiais naturais sempre que possível e promova a conscientização dos efeitos das mudanças entre os colaboradores.

Escolha cores com sabedoria:

Até mesmo o uso de cores na paleta do escritório pode melhorar a produtividade e diminuir o estresse. Cores de baixo comprimento de onda, como um verde relaxante e um azul suave – duas das cores mais comuns na paleta da Mãe Natureza – melhoram a eficiência e o foco. Eles também dão uma sensação geral de bem-estar. Use essas cores e tons mais suaves para reforçar o mundo natural dentro do seu local de trabalho físico.

Tenha uma sala de relaxamento:

O trabalho hoje é acelerado e todos nós somos bombardeados com informações, notificações e novas tarefas. É importante ter espaços dentro do escritório para onde os funcionários possam “fugir” e recarregar as energias durante o dia, para então voltarem ao trabalho energizados e revigorados.

Seja pet-friendly:

Muitas empresas de ponta permitem cães no ambiente de trabalho e por boas razões. Donos de animais relatam uma maior sensação de bem-estar por ter seu cão ao lado deles no trabalho. Além disso, estudos mostram que conversando e acariciando um cão, a pressão arterial baixa.

Sabemos dos impactos e possíveis problemas dessa ação e acreditamos que possa haver uma progressão de acesso. Começar entendendo se há restrições de condomínio e se há uma área apropriada para receber os pets podem ser os primeiros passos. Promover um evento Pet Friendly pode ser a continuidade deste esforço, criando elementos de conexão emocional entre os colaboradores e dos mesmos com o ambiente de trabalho.

Após medir os esforços e os resultados, alinhe com as equipes de RH e Marketing (com foco em ações de endomarketing e employer branding) a viabilidade de manter as ações esporádicas ou adotar uma política pet friendly efetiva.

Trazer o mundo ao ar livre e ter a natureza dentro do escritório pode ter um impacto profundo no bem-estar de um funcionário, o que, por sua vez, resulta em um aumento na produtividade e na eficiência.

Em seu escritório atual, há elementos naturais que supram as necessidades apresentadas acima?


Rodrigo de Calazans Ponte é Gerente de Contas Herman Miller e autor do blog workplaceStrategy.com. Atua em negócios B2B há quase 20 anos e é focado em fazer do escritório uma ferramenta de engajamento e performance, pela construção de jornadas de experiências dos colaboradores.

rodrigo@workplacestrategy.com.br


 

SEJA UM ASSOCIADO ABRAFAC E TENHA ACESSO EXCLUSIVO AO
CONTEÚDO DA BIBLIOTECA E AOS EVENTOS ABRAFAC.
CLIQUE AQUI E ASSOCIE-SE!

Fechar Menu
×

Carrinho