Diversidade de gerações: a importância para a oxigenação das corporações

Adriana Gomes, psicóloga e orientadora de carreira, dá dicas para o Gestor de Facilities enfrentar desafios com as diferentes idades

Entre os vários desafios do Gestor de Facilities, coordenar um ambiente de trabalho se destaca por ser uma questão delicada. Pela primeira vez na história, cinco gerações estão convivendo no mercado de trabalho. Porém, reverter essa questão desafiadora para “oportunidade” pode ser essencial e estratégico dentro das corporações. Mas como fazer isso?

Adriana Gomes, psicóloga e orientadora de carreira

O Blog da ABRAFAC conversou com Adriana Gomes, psicóloga, professora de pós graduação, orientadora de carreira e diretora do site Vida e Carreira (www.vidaecarreira.com.br), para saber o que o Gestor de Facilities pode fazer sobre o assunto.

Em todo o mundo, estima-se que 50% da população mundial tenha menos de 30 anos. Segundo matéria do portal Vida e Carreira, o jovem é protagonista no seu ambiente social e assume posição de agente transformador no mercado de trabalho. Porém, quando há profissionais seniores na mesma equipe, essa diversidade pode gerar conflitos.

Pela primeira vez no mercado de trabalho, encontramos profissionais de diferentes gerações trabalhando na mesma organização. São equipes com colaboradores de idade que vai de 20 até 65 anos, aproximadamente”, sinaliza Adriana.

Desafios

Para a especialista, o grande desafio dos Gestores de Facilities que possuem uma equipe diversificada, é lidar com o preconceito tanto do mais sênior em relação aos mais jovens, quanto o contrário. “Quando esse preconceito é reduzido, seja por admiração, respeito ou consideração, a tendência é que esses diferenciais de idade, se complementem”.

Adriana explica que a união de extremos, os seniores com suas experiências acumuladas pelo tempo no mercado e os jovens com a habilidade do uso de ferramentas de tecnologia, ousadia e pensamento disruptivo, o resultado é muito positivo.

Além disso, a maturidade dos colaboradores seniores aliadas com a boa percepção de mudanças, impetuosidade e a boa formação dos mais jovens, são uma oportunidade benéfica para uma equipe.

O papel do gestor é fundamental nesse contexto, pois a maturidade, autoconhecimento e habilidade para lidar com conflitos são importantes para reverter situações, assim como a capacidade de mediação”, afirma Adriana acrescentando que é necessário entender o interesse das partes e fazer com que elas trabalhem juntas. “O gestor, nesse caso, pode ser o fator decisivo para um projeto de sucesso onde essas partes estejam envolvidas”.

Dicas para o Gestor de Facilities

De acordo com a orientadora, os gestores precisam se manter atentos para lidar com a diversidade em todos os aspectos, como a diferença de idade, gênero, orientação sexual, entre outros.

Além disso, Adriana elenca algumas dicas essenciais para o Gestor de Facilities quando o assunto é diversidade:

  • O gestor precisa trabalhar a questão do autoconhecimento;
  • Desenvolver competências para liderança e gestão de equipes;
  • Ter habilidade de mediação de conflitos;
  • Desenvolver uma boa habilidade de comunicação;
  • Manter uma boa percepção para observar e avaliar o que cada um da equipe tem de melhor a oferecer para o desempenho do projeto como um todo.

Congresso & Expo ABRAFAC 2018: Inscreva-se!

Está chegando! O Congresso & Expo ABRAFAC, o mais importante evento do calendário de facilities brasileiro, está com as inscrições abertas para a 13ª edição!

O Congresso & Expo ABRAFAC 2018 ocorrerá nos dias 26 e 27 de setembro no Centro de Convenções Rebouças em São Paulo e mais de mil pessoas são esperadas pela organização. O evento conta com uma programação especial, repleta de temas que possuem grande relevância para o universo de facilities, onde empresários, especialistas e gestores apresentam cases, tendências e o que há de mais inovador no segmento.

Não perca tempo e garanta a sua vaga!

Para mais informações, acesse: www.abrafac.org.br/congresso