Entrevista Especial com Edmar Cioletti: “Sempre há espaço para transformação digital no Facilities”

Vencedor do Global FM Awards, Edmar Cioletti, responsável pelas áreas de Facilities e Engenharia do Banco Santander, deu uma entrevista especial pra o Blog da ABRAFAC

Com uma gestão focada na implantação de tecnologias inteligentes que resultaram em uma melhor utilização do espaço de trabalho e também otimizaram a gerência de acesso aos prédios corporativos do Banco Santander, Edmar Cioletti, superintendente responsável pelas áreas de Facilities e Engenharia da empresa, é o nome do momento.

Sua gestão, além de ter refletido na conservação de recursos, resultou no crescimento da satisfação dos empregados, na diminuição no tempo de resposta, diminuição do desperdício e consumo de energia e uma estrutura de FM centralizada, provando que o projeto é um sucesso.

Tanto trabalho e perspicácia o colocaram entre os vencedores do Global FM Awards — premiação que visa enaltecer os melhores trabalhos da área de Facilities e torná-los globais.

A ABRAFAC acreditava tanto no sucesso do projeto que já havia, mesmo antes do anúncio, convidado Edmar para compartilhar sua experiência positiva com outros profissionais da área no FM Tactics, no último dia 24 de maio. Você pode conferir como foi esse enriquecedor papo nos textos: Transformação Digital em Facilities: o case de sucesso no Santander e Transformação Digital em Facilities: os resultados no Banco Santander.

Edmar Cioletti, superintendente responsável pelas áreas de Facilities e Engenharia do Banco Santander

O Blog da ABRAFAC traz hoje uma entrevista especial com Edmar Cioletti, que fala sobre os desafios da profissão, o reconhecimento após o sucesso de sua gestão e a experiência no Global FM Awards. Confira:

Blog da ABRAFAC: Quando o Gestor de Facilities deve perceber que existe a necessidade de uma transformação digital em um empreendimento?

Edmar Cioletti: Sempre. Por menor que seja a atividade, o prédio ou o projeto, existe espaço. Se não tem verba, chame os fornecedores e desenvolvam em conjunto.

Blog da ABRAFAC: Sobre Startups, qual motivo você acha que justificaria essa baixa demanda de projetos voltados para a área de Facilities? 

Edmar Cioletti: Falta de demanda. Todos que conversei informaram que no mercado são poucos ainda que demandem estes tipos de sistemas. A grande maioria prefere os meios tradicionais.

Blog da ABRAFAC: As mudanças realizadas aumentaram a credibilidade do setor de Facilities dentro do Santander?

Edmar Cioletti: Com certeza. Tanto que somos convidados para participar de ações em outras áreas, além disso, consegui reforçar e internalizar o time. Outra vantagem foi que absorvemos novas demandas na área.

Blog da ABRAFAC: Como foi a experiência e a sua expectativa a partir do momento da inscrição de seu projeto, até ele ser premiado no Global FM Awards?

Edmar Cioletti: O processo começou quando eu fiz a inscrição, ano passado, no Prêmio Melhores do Ano da ABRAFAC. Ali fiquei muito ansioso, principalmente porque eu tinha um projeto com apresentação de 30 minutos, quando só podia falar por 5 minutos. É difícil selecionar o que descartar.

Depois de vencer aqui no Brasil, foi até mais fácil. Segui a mesma linha. A diferença foi que lá eu não precisei fazer a apresentação de resumo. Como não viajei, acabei me desligando um pouco. Até que fui surpreendido quando o Luciano [Brunherotto, presidente da ABRAFAC] me ligou comunicando que tínhamos vencido. A experiência é maravilhosa, pois você consegue ver seu trabalho sendo reconhecido por um grupo técnico muito sênior.

Blog da ABRAFAC: Para a sua carreira, qual é o peso de um reconhecimento desse tipo?

Edmar Cioletti: Muito importante. Principalmente porque nos meus 32 anos de banco, eu sempre trabalhei nas áreas comerciais e operacionais. Quando fui convidado para assumir parte de uma área de Facilities, eu assumi o compromisso e fui estudar. Fiz dois MBAs e participei de muitos congressos. Li muito e conheci muitas empresas. Depois de todo esforço, ver o seu trabalho ser reconhecido externamente, é muito gratificante.

Blog da ABRAFAC: Como você entende o papel de associações como a ABRAFAC para o profissional de Facilities?

Edmar Cioletti: Elas devem ajudar a valorizar mais o FM. Na Holanda, existem sete cursos superiores de Facilites e cinco pós-graduações. No Brasil, só temos duas pós-graduações.

Lá fora, o profissional de Facilities é como as demais profissões. Primeiro aprendem toda parte técnica e depois vão estagiar e colocar em prática a teoria, como, por exemplo, o curso de Engenharia. Aqui no Brasil é o contrário. A pessoa aprende na prática com os gestores existentes e depois procura alguma especialização. Estas associações tem um papel muito importante para inverter esta situação.

Blog da ABRAFAC: Qual mensagem você deixa para os profissionais de Facilities?

Edmar Cioletti: Não se acomodem nunca! Questionem tudo e busquem sempre uma forma diferente de fazer suas atividades. Procurem o mais rápido, barato e com melhor qualidade. Estudem, Estudem, Estudem…

Prêmio ABRAFAC Melhores do Ano 2018: Networking, descontração e reconhecimento profissional

Com o propósito de promover a área de facilities e integrar os seus profissionais, a Associação Brasileira de Facilities — ABRAFAC promoverá, no dia 26 de junho, um grande evento de gala onde serão conhecidos os vencedores do Prêmio ABRAFAC Melhores do ano 2018.

Você é nosso convidado para esta grande festa! Não perca!

Clique aqui e garanta uma vaga nessa celebração tão especial!

Fechar Menu
×

Carrinho