Sustentabilidade: a Gestão de Facilities em prol do ecologicamente correto

Consumidores buscam empresas que se comprometam com o meio ambiente

Você que trabalha com Facilities, já complementou seus serviços com ações ecologicamente sustentáveis? Caso a resposta seja negativa, saiba que essa é uma importante questão que consumidores estão levando em conta e, certamente, o mercado vai dar preferência a empresas de Facilities que são engajadas com esta causa, no momento de contratar serviços terceirizados. Confira mais sobre esse tema no texto a seguir.

Desastres climáticos, aquecimento global, falta de água, poluição e extinção de animais populares como os Ursos Polares, estão deixando os seres humanos cada vez mais ecologicamente conscientes. O constante aviso de cientistas tem surtido efeito e o mercado consumidor está aderindo à ideia na hora de comprar produtos ou contratar serviços. E as empresas, claro, estão correndo atrás do prejuízo.

Um estudo realizado em 2015, feito com 1.138 internautas das cinco regiões do país, numa parceria entre as consultorias Opinion Box, Mundo do Marketing e Dia, concluiu que essa visão é uma tendência. 

Veja alguns dados segundo o estudo sobre Consumidor x Empresas- ecologicamente corretas: 

  • 54% responderam que costumam dar preferência a empresas ou marcas que sejam reconhecidas por cuidarem do meio ambiente;
  • 56% procuram formas e embalagens menos prejudiciais de transportar produtos;
  • 57% costumam ler os rótulos para avaliar a quantidade de itens como sódio, glúten, lactose e conservantes. 

Felipe Schepers, um dos fundadores da Opinion Box, endossa que as empresas precisam atentar para a sua função social, tratando-a como prioritária.

E como o segmento de Facilities pode encarar isso?

Mais do que uma informação relevante, a sustentabilidade é uma oportunidade para se diferenciar e se destacar no mercado. Pode-se sustentar uma gestão de excelência ao se adotar uma abordagem sustentável na gestão das instalações, visando geração de benefícios sociais, ambientais e econômicos à empresa e comunidade em geral.

Confira alguns apontamentos para o setor:

  • Por ser responsável nas empresas pela centralização dos serviços de apoio à operação da companhia, o gestor de Facilities possui certos deveres. Ao cuidar da manutenção técnica, elétrica, hidráulica e civil, até paisagismo, segurança, limpeza, entre outros, é de suma importância que todas essas áreas devam oferecer soluções que visam à economia de recursos naturais, ou seja, estrategicamente pensados em se encaixar no formato sustentável; 
  • Reduzir o consumo de energia elétrica, de água e da emissão de gases na atmosfera e permitir o reuso de materiais básicos, evitando o desperdício, podem ser mais do que um exemplo para o consumidor, garantindo também uma economia de dinheiro para a empresa;

Dessa forma, a Gestão de Facilities é colocada numa vertente estratégica para a organização. Se aprofundar em inovações e ideias que possam agregar modelos sustentáveis de gestão são de suma importância. Com essa visão com foco em responsabilidade social e ambiental, o FM (Facilities Manager) ganha ainda mais importância e pode aperfeiçoar inúmeros processos. 

O próximo FM Debate está chegando!

Você sabia que novas tecnologias podem ser essenciais na redução de cursos, aumento da produtidade e, consequentemente, das margens? Sim podem e foi pensando neste desafio, que a ABRAFAC reuniu um seleto time de profissionais que levará até você, no próximo FM Debate, algumas destas tecnologias que estão a serviço de facilities.

Clique aqui e garanta já a sua vaga, pois elas estão acabando!

Com informações: NGI, IDEC

Fechar Menu
×

Carrinho