Congresso & Expo ABRAFAC 2018: “Gestores possuem uma responsabilidade com o futuro do Facility”, alertou Duncan Waddell

Presidente da Global FM participou de painel sobre o futuro do Facility

O segundo dia do Congresso & Expo ABRAFAC 2018, foi impactado pela riqueza de conhecimento oriundo das experiências compartilhadas pelos grandes nomes de relevância internacional que participaram.

Em um painel totalmente dedicado as principais tendências na área de Facilities para os próximos anos e as consequências disso, Jagadish N. Naik, da Índia, Diretor de Smart Buildings na Honeywell (veja um resumo da palestra aqui), e Duncan Waddell, uma das principais autoridades da profissão de Gerenciamento de Facilities da Austrália e presidente da Global FM, debateram sobre o novo perfil das mega cidades, a transformação dos edifícios e como essa questão gera oportunidades para o Facility.

Veja, a seguir, um resumo especial sobre a palestra de Duncan Waddell!

Duncan começou explicando que a Global FM, entre outras ações, coordena um prêmio de excelência entregue no dia mundial do FM. Além disso, eles produziram um relatório sobre a realidade dos 30 maiores mercados de FM no mundo. “Antes ninguém conseguia medir o tamanho do Facility ao redor do planeta. Resolvemos usar o PIB como parâmetro dos maiores mercados. Estabelecemos que, a partir dos números de 2015, o Facility vale 1,23 trilhão de dólares na economia”.

De acordo com Duncan, sabe-se que a Gestão de Facilities representa de 2 a 4% do PIB de um país. Essa informação é poderosa para governos reconhecerem a importância da profissão e do setor. “O que tem me preocupado é que, globalmente, estamos passando por mudanças rápidas. Esses trabalhos tendem a passar por pressão de custos. Todos querem pagar o preço mais baixo, sem a importância de saber se um serviço é profissional. Os Gestores possuem uma responsabilidade com o futuro da área”.

Cidades inteligentes

Duncan disse que a tecnologia vai ditar as cidades no futuro. “Uma Smart City deve usar a tecnologia para coletar dados, compreendê-los e se comunicar. Todas essas cidades levam a resultados inteligentes. Temos diferentes níveis de informações sendo disseminadas, análises entrando em ação e temos resultados para aprender”.

Duncan Waddell é presidente da Global FM.

O palestrante explicou que nas Smart Cities existem as políticas e padrões, o que é positivo para o FM. “Porém, precisamos falar sobre política de dados abertos, IoT, desenvolvimento sustentável, mobilidade inteligente e política de infraestrutura. Todos esses elementos precisam ser levados em consideração em uma estratégia de cidade inteligente”.

E qual é o conceito de Smart City? Duncan respondeu que não se trata de algo único, mas são partes que vão se conectando. “Como fazermos 98% dos prédios virarem inteligentes? Existe uma lacuna nessa transformação”.

O presidente da Global FM apontou que essas soluções não se tratam de obrigação dos governos apenas e todos da área devem estar empenhados em trazer inovações para as cidades.

Para essa transição ocorrer 3 fatores são importantes: 

  • População;
  • Riqueza e acesso aos fundos;
  • Infraestrutura e tecnologia.

“Isso tudo vai se tornar realidade, pois teremos muitas pessoas morando nas cidades e a necessidade de adaptação. Cada cidade vai enfrentar isso e será necessário trazer essas iniciativas”, disse Duncan, acrescentando que as oportunidades surgem também de pequenas cidades que enfrentam desafios de crescimento constantes. “Podemos oferecer uma forma de vida melhor para as pessoas”.

Fatores críticos para o profissional FM:

  • Deixar as construções mais inteligentes, adoção de IoT, entre outras soluções;
  • O analítico será muito importante para o FM, onde a análise de dados trará mais compreensão para as mudanças;
  • A conectividade, manutenção e a comunicação. Saber como se engajar de forma mais significativa para entregar valor ao cliente é um desafio cotidiano.

“Precisamos nos manter abertos para as mudanças, entender os recursos e a transformação digital que está acontecendo. Sobretudo, entender as pessoas, pois não se trata apenas sobre dinheiro. Procurar saber como o Facility pode ser mais inclusivo é fundamental”, concluiu Duncan.

Fique de olho em nosso blog para o resumo das outras palestras!

ASSOCIE-SE AGORA PARA TER ACESSO EXCLUSIVO AOS VÍDEOS DAS PALESTRAS DO CONGRESSO E RESPECTIVAS APRESENTAÇÕES, ALÉM DE GARANTIR A ENTRADA GRATUITA NA EDIÇÃO 2019!