ABRAFAC marca presença em webinar sobre reabertura das atividades

Debate abordou novos desafios na gestão de espaços comerciais e corporativos

A ABRAFAC – Associação Brasileira de Facilities marcou presença em um webinar do Portal AECweb – Arquitetura, Engenharia e Construção. O debate teve como tema “Reabertura das atividades: novos desafios na gestão de espaços comerciais e corporativos”.

Realizado na tarde desta terça-feira, 28 de julho, o webinar contou com a presença do presidente da ABRAFAC, Thiago Santana. Também integrou a troca de experiências o sócio-fundador da Athié Wohnrath, Sérgio Athié.

O objetivo do debate foi detalhar os desafios que escritórios enfrentam no retorno de atividades, assim como a modalidade de trabalho em home office. Além disso, foram apresentadas soluções e próximos passos que as empresas podem dar em meio à volta das atividades em meio à pandemia de covid-19.

Na ocasião, o presidente da ABRAFAC afirmou que é preciso olhar para diversos aspectos da retomada. Entre eles estão o comportamento do coronavírus em superfícies e a proliferação entre as pessoas.

Outro ponto essencial, segundo Thiago Santana, é como as empresas podem garantir higienização, manutenção do espaço, alimentação dos funcionários e formas de deixar as pessoas seguras no ambiente de trabalho, assim como no deslocamento.

“A ABRAFAC está preocupada com aspectos técnicos, não só na retomada, mas para o futuro, com o estabelecimento de protocolos para um novo tipo de problema. As empresas têm, por exemplo, protocolos para caso de greve de metrô. A gente vai precisar incluir dentro dos protocolos das empresas uma ameaça do ponto de vista bacteriológica e viral. Não vamos receber um pronunciamento de que a situação está normal, a menos que haja imunização”, avalia Santana.

Além disso, o presidente da ABRAFAC ressalta que os protocolos devem ser criados considerando outras possíveis ameaças desta natureza, não somente a pandemia de covid-19. Assim, as empresas devem incorporar práticas que possam ser adotadas em situações semelhantes, realizando, portanto, uma ressignificação no ambiente de trabalho.

Por sua vez, Sérgio Athié detalhou que na empresa está sendo feito um retorno gradual, de aproximadamente 20% dos funcionários. Assim, o sócio-fundador da Athié Wohnrath ressaltou o protagonismo dos funcionários como essencial neste período, para que as necessidades sejam atendidas.

“A preocupação das empresas tem sido de sempre consultar os colaboradores, entender o momento de cada um. É muito importante saber como o colaborador está no home office. Muitos não se sentem à vontade ao trabalhar em casa, por conta de espaço exímio ou por morar com outros membros da família”, exemplifica.

Athié explica ainda que o papel do escritório passa a ser mais importante, pois as pessoas passam a ter a opção do home office. Assim, é preciso tornar esse espaço atraente, para que os funcionários desejem estar no ambiente, garantindo também a sintonia da equipe com os ideais da empresa.

Por Jéssica Marques/Foco 21 Comunicação