Energia limpa estimula novas descobertas tecnológicas

Criadas novas tecnologias para gerar energia limpa

Sustentabilidade, eficiência energética, mudanças climáticas, fontes renováveis são temas em evidência no cenário mundial e, assim, recorrentes em eventos das mais diferentes áreas. Com isso, a divulgação de novas alternativas, invenções e tecnologias tem sido constante, mesclando verdadeiras descobertas, que podem romper fronteiras, com algumas “engenhocas” sem muita credibilidade. No último mês, três projetos mereceram a atenção da imprensa internacional: dois provenientes da indústria de entretenimento e um do setor acadêmico que, se forem aprimorados para uso intensivo, poderão se transformar em fontes renováveis de geração de energia.

Com materiais baratos, de baixo impacto ambiental e comuns no nosso dia a dia, a Disney Research desenvolveu um sistema que torna uma folha de papel capaz de gerar energia para ligar telas e leitores de e-books, lâmpadas LED, caixas de som e, ainda, criar movimento em objetos, sem a necessidade de tomadas e baterias.

A tecnologia usa apenas uma folha de papel, teflon, adesivos condutores e poliéster revestido por prata. A carga negativa da folha de teflon cumpre a função de um eletreto, com carga elétrica quase permanente quando colocado entre o poliéster ou no papel e, então, basta esfregar as mãos para produzir uma quantidade de voltagem.

É claro que a energia não é suficiente para grandes consumos, mas a Disney acredita que é ideal para garantir atividades de entretenimento de forma simples, rápida e sustentável, sem expor os usuários a riscos. Conheça o sistema e seu funcionamento assistindo ao vídeo. 

Vem de Cingapura o outro lançamento da indústria de entretenimento: um carrinho de controle remoto que substitui pilhas e baterias por água, o iH2GO. O brinquedo também não oferece riscos e é guiado pelo celular do usuário.

 

A eletrólise foi usada pela empresa para separar as moléculas de hidrogênio, elemento com alta capacidade para utilização como combustível em veículos convencionais, através da aplicação de cargas fotovoltaicas. Para tanto, o carrinho vem com um painel fotovoltaico de alto desempenho, mas é possível conectá-lo também a um computador, por meio de um cabo USB.

 

Em outras palavras, utilizando a energia solar, o processo faz com que o hidrogênio seja enviado para o brinquedo, que combina, de novo, o mesmo hidrogênio com o oxigênio da atmosfera, criando assim uma corrente elétrica que garante o funcionamento.
Veja o vídeo do iH2GO.

Por fim, um equipamento instalado na Universidade Estadual de Boise, nos Estados Unidos, virou sensação entre os estudantes. É a mesa solar instalada no pátio, que permite que eles recarreguem celulares, liguem computadores e outros dispositivos.

 

Elaborada com materiais reciclados, a mesa transforma os raios do sol em energia suficiente para ligar esses aparelhos, por meio dos painéis fotovoltaicos instalados em seu guarda-sol, sem precisar de tomadas, o que torna o equipamento mais econômico a médio e longo prazos e viável para instalação em locais com falta de infraestrutura e dificuldade de acesso à energia.

 

Segundo o vice-presidente de planejamento e instalações do campus, David Smith, a universidade é uma das que possuem menor pegada de carbono no território norte-americano e o objetivo principal do equipamento é incentivar os jovens a promoverem ações de sustentabilidade em sua rotina.

walgreens photo promo go pharmacy codes
percent of women that cheat dating for married people reason women cheat
android free spy apps mealmixer.com mobile phone spy software free download
wife cheat story all wife cheat looking for affair
wife cheat story blog.sharepointgeek.nl looking for affair
apps to track text messages free text message spyware text message spy app