Prêmio ABRAFAC 2020: Enel é vencedora na categoria Serviços

Projeto que recebeu primeiro lugar foi o aplicativo multimodal compartilhado Mobicity. Empresa também ficou em segundo lugar na categoria Responsabilidade Social e Sustentabilidade.

A Enel foi destaque no Prêmio ABRAFAC Melhores do Ano de 2020. O projeto que levou o primeiro lugar na premiação foi o aplicativo multimodal compartilhado Mobicity, na categoria Serviços. O aplicativo foi idealizado pelo head of Facilities Management & Corporate Mobility da Enel, Eduardo Bortotti Fagundes, junto a Luis Alberto Rezende Valerio, responsável pela área de Mobilidade e Viagens na empresa.

A Enel também ficou em segundo lugar na categoria Responsabilidade Social e Sustentabilidade, com o projeto “Construções Sustentáveis – Certificação AQUA-HQE no Centro de Excelência Operacional da Enel RJ”, de Rodolfo Moreira Costa; e em segundo lugar na categoria Tecnologias com o projeto “Gestão de serviços através de novas tecnologias – Software de limpeza e manutenção predial”, de Jackson Oliveira Viana.

“Os três reconhecimentos que tivemos (um primeiro lugar e dois segundos lugares) foi trabalho muito árduo de uma equipe grande, inovação e resiliência, visto que é fator principal de sucesso na minha visão, quando se está em áreas de apoio. O reconhecimento da ABRAFAC vem indicar que estamos no caminho certo, que precisamos continuar inovando e transformando o setor. Para mim, pessoalmente, é o que desejo fazer, criar um legado para o setor de Facilities e Mobilidade Corporativa, tornando as empresas mais eficiências, mais humanas, mais focadas em dar qualidade de vida a seus colaboradores”, afirmou Bortotti.

Confira a entrevista na íntegra com Eduardo Bortotti Fagundes:

Portal ABRAFAC – Em que consistiu o projeto do aplicativo e como foi o processo de elaboração?

Eduardo Bortotti Fagundes – Atualmente, a tecnologia vem sido grande aliada na busca por soluções de mobilidade para pessoas em geral, mas pouco tem sido feito para melhorar a mobilidade dentro das corporações.

Outro ponto é que a departamentalização das empresas torna difícil a gestão da utilização dos diversos modelos possíveis de opções para o deslocamento corporativo. As empresas geralmente estão nas mãos de várias opções geridas de forma separadas como aplicativo de táxi ou veículos particulares, agência de viagens para locação de veículos Spot, ou até mesmo na área de frota para gestão de um pool de veículos para disponibilização de um veículo possivelmente ocioso para ajudar no deslocamento dos funcionários.

Após anos seguidos de eficiências e melhorias no modelo de gestão de Frota da Enel Distribuição São Paulo, a área de Serviços tomou para si o processo de Deslocamento Corporativo, integrando em sua gestão todos os contratos existentes de aplicativos de táxi, locação de veículos spot etc.

Verificou-se então uma ineficiência na utilização das diversas opções, com usuários solicitando corridas de táxi de São Paulo ao interior com custo aproximado de R$ 450 reais, sendo que a locação de uma diária de veículo custaria R$ 120 em nossa tarifa acordo, e no exato momento daquela corrida havia veículo ocioso no pátio. A grande questão é que essa má gestão do recurso não era algo intencional ou por conforto do usuário, mas sim por completo desconhecimento dessas possibilidades.

Além disso foi verificado que 18% dos deslocamentos corporativos poderia ser compartilhado pois tinham destinos muito semelhantes.

Por essa razão, desenvolvemos um aplicativo para deslocamento corporativo, que está integrado a telemetria de frota, ao aplicativo de táxi que utilizamos na Enel SP, ao aplicativo 99 Táxi e ao sistema de locação da Movida.

Portal ABRAFAC – Na prática, como funciona o aplicativo?

Eduardo Bortotti Fagundes – O usuário escolhe a rota que ele vai fazer (de onde irá sair e para onde vai), como faz atualmente para pedir um Uber ou algo assim, e o aplicativo determina qual o melhor modal e já integrado com todas as soluções retorna a escolha ao usuário.

Exemplo: Se ele faz uma solicitação para um destino e o aplicativo aponta para Veículo da Empresa, o aplicativo retorna a placa e o local do veículo e apenas aquele usuário estará habilitado a ligar o veículo para aquele agendamento. Esse bloqueio é feito através do RFID do crachá e da telemetria disponível no veículo.

O aplicativo também automaticamente direciona para o mesmo modal uma outra pessoa que solicite um deslocamento parecido e dentro de um horário próximo. A partir do momento em que ele junta as viagens, ele cria um chat para as pessoas combinarem os detalhes.

Essa combinação de fatores, está proporcionando grande redução de custos com táxi, e gerindo melhor também os veículos próprios, proporcionando uma entrega de 27 veículos. A estimativa é de que essa redução de custo chegue a R$ 1,7 milhões em 12 meses.

Outro ponto que cabe destacar é que, para o investimento nesse sistema, buscou-se um modelo diferente. Para viabilização do projeto, era necessário que reduzir o custo de desenvolvimento na ferramenta. Com isso, fizemos um processo com diversas empresas, mas que, como ponto decisório de classificação na RFP, era que que o sistema tinha que fazer parte do portfólio de produtos da empresa e não fosse exclusivamente desenvolvido para a Enel SP. Com isso, a empresa poderia reduzir o custo de desenvolvimento interno, visto que seria proprietária do código fonte, e poderia revender o produto para outros negócios.

Portal ABRAFAC – Que desafios foram enfrentados, sobretudo em meio à pandemia de Covid-19?

Eduardo Bortotti Fagundes – Com relação ao projeto de mobilidade, estávamos em meio à implantação para as demais empresas, visto que iniciamos em São Paulo e estávamos expandindo para Rio de Janeiro, Ceará, Goiás. A pandemia nesse caso até ajudou, visto que o número de deslocamentos caiu, em função de termos reduzido 90% do nosso efetivo em escritórios.

Porém, para nossa área de Facilities, a pandemia gerou uma enorme necessidade de adequações dos prédios, com separações, criação de células independentes, garantindo o distanciamento.

Outro ponto é que, apostando ainda em inovação, criamos dois aplicativos, um para fazer gestão da ocupação dos prédios e estações de trabalho (garantindo assim que somente as mesas indicadas pudessem ser utilizadas) e um aplicativo que mede por Bluetooth o distanciamento entre os funcionários, gerando avisos de distanciamento mínimo e rastreando contato se houver alguém sinalizado com contaminação. Por isso nossa área se mostrou ainda mais estratégica para empresa, e as inovações são importantes nesse sentido para mantermos seguros nossos colaboradores.

Portal ABRAFAC – Em sua visão, qual a importância do Prêmio ABRAFAC Melhores do Ano?

Eduardo Bortotti Fagundes – Foi nosso primeiro ano como associado e como participante da ABRAFAC, mas ser reconhecido pela maior associação de Facilities no Brasil é muito relevante. Para a gente, faz parte de algo que nós buscamos sempre que é aprender com outras empresas e compartilhar nosso conhecimento. Acreditamos que o setor só irá crescer e se profissionalizar cada vez mais com iniciativas como essa da ABRAFAC.

Portal ABRAFAC – De que forma o destaque no prêmio contribui para o desenvolvimento de sua vida profissional, dentro do setor de Facilities?

Eduardo Bortotti Fagundes – Os três reconhecimentos que tivemos (um primeiro lugar e dois segundos lugares) foi trabalho muito árduo de uma equipe grande, inovação e resiliência, visto que é fator principal de sucesso na minha visão, quando se está em áreas de apoio. O reconhecimento da ABRAFAC vem indicar que estamos no caminho certo, que precisamos continuar inovando e transformando o setor. Para mim, pessoalmente, é o que desejo fazer, criar um legado para o setor de Facilities e Mobilidade Corporativa, tornando as empresas mais eficiências, mais humanas, mais focadas em dar qualidade de vida a seus colaboradores

Sobre a premiação

O Prêmio ABRAFAC Melhores do Ano é realizado há 15 anos pela ABRAFAC – Associação Brasileira de Facility Management, Property & Workplace. O objetivo é promover conhecimento e valorização de projetos feitos por profissionais e empresas do setor de Facility Management. Além disso, o prêmio estimula a produção e disseminação de casos de sucesso dentro do segmento.

Neste ano, foram 42 trabalhos inscritos, com representantes de seis estados no prêmio e mais de 5.500 votos feitos online, por conta da pandemia de Covid-19.

A cerimônia do 15º Prêmio ABRAFAC Melhores do Ano destacou os vencedores da premiação na noite de 05 de novembro de 2020. O evento foi transmitido ao vivo no YouTube da associação. A cerimônia de premiação pode ser acessada aqui.